Untitled Document
SÁBADO, 25 DE JUNHO DE 2022
09 de ABRIL de 2022

Policial preso por abandono de posto é solto em audiência de custódia

Corregedoria da PM em Campo Grande. (Foto: Divulgação)

O cabo da Polícia Militar, de 44 anos, preso em flagrante por abandono de posto, durante na operação Torre Cega, deflagrada ontem (8), pela Corregedoria-Geral da Polícia Militar, ganhou liberdade provisória, depois de passar por audiência de custódia na manhã deste sábado.

Contra o militar havia um mandado de busca e apreensão, referente a operação deflagrada. Por volta das 6 horas, quando os policiais da Corregedoria foram até o hospital Santa Casa, onde deveria estar escoltando um preso, não encontraram o cabo. Um colega dele, que também estava de serviço, disse que ele tinha acabou de sair para “comprar um lanche”.

Segundo apurado a escala do militar iria até às 8 horas. Ele foi localizado pelo celular e retornou ao hospital, sendo então, preso por abandono de posto.

Na audiência de custódia, o juiz homologou a prisão em flagrante, porém concedeu a liberdade nos termos do artigo 270, alínea ‘b’ do Código de Processo Penal, devido a pena de abandono de posto ser punida com pena de detenção não superior a dois anos. Ele devera apenas manter seu endereço atualizado e comparecer nas demais fases do processo penal militar.

Operação Torre Cega

Dois militares foram alvos da operação no início da manhã desta última sexta-feira (8), pela Corregedoria-Geral da Polícia Militar, que investiga a facilitação de entrada de drogas na penitenciária Jair Ferreira de Carvalho, no Jardim Noroeste, em Campo Grande.

Um sargento foi preso por força de mandado de prisão preventiva, quando em serviço em uma das torres de vigilância da penitenciária. Além da prisão, haviam mandados de busca e apreensão contra ele e um cabo que estava na escolta de preso no hospital Santa Casa.

Durante as buscas, os policiais militares da Corregedoria apreenderam celulares e documentos que passarão por análises.

Ambos militares foram levados à Corregedoria para depoimentos. Maiores detalhes da investigação não foram repassados pelos militares, por estar o inquérito sob segredo de justiça.



Fonte: EnFoqueMS



» VEJA TAMBÉM!
GERAL  24/06/2022
Naviraí-Através do Programa Melhor em Casa, Gerência de Saúde leva atendimento domiciliar a pacientes debilitados
POLíCIA  24/06/2022
Três crianças são atropeladas por motorista de aplicativo em Campo Grande
SAúDE  24/06/2022
Falta de medicamentos no mercado já preocupa a Santa Casa de Campo Grande
POLíCIA  24/06/2022
Homem reage e mata pistoleiro em troca de tiros em bar
POLíCIA  24/06/2022
Helicóptero 'esquilo', do DOF, passa por autorizações para ficar apto a voar
Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909