Untitled Document
SÁBADO, 16 DE OUTUBRO DE 2021
19 de AGOSTO de 2021

Governo anuncia redução do ICMS na conta de energia elétrica em MS

Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (Foto: Divulgação)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), garantiu que irá reduzir o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) da energia elétrica, enquanto perdurar a cobrança extra da bandeira vermelha, para todos os consumidores do Estado.

Com a decisão, o impacto da alíquota prevista no bandeiramento considerado mais crítico, será zerada e beneficiará mais de 1 milhão de consumidores. Um projeto de lei do Executivo, que tratando sobre o tema será enviado nesta quinta-feira (19), à Assembleia Legislativa. 

“Desde maio o Brasil está na bandeira vermelha por causa da crise hídrica. A energia cara acaba impactando os custos de produção de alguns segmentos econômicos, e também o orçamento doméstico. Por isso, vamos encaminhar esse projeto com urgência para começar a valer em setembro”, explicou o governador.

A medida anunciada é uma resposta do Governo ao reajustes tarifários praticados pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), que cobra do consumidor um custo maior ou menor para a geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, estabelecidos pelas bandeiras verde, amarela ou vermelha.

De acordo com o governador, além de beneficiar a população, a medida cumpre ainda uma série de agendas do executivo na redução de impostos e retomada do crescimento, principalmente diante da pandemia provocada pela covid-19. “Essa é mais uma forma de fortalecer nossa retomada. Somos o único estado do Brasil em condições de fazer essa redução. Isso é resultado de um governo que decide com responsabilidade e prioriza o que é mais importante para a população”, reforçou Azambuja.

Com a redução, o Executivo deixará de arrecadar aproximadamente R$ 18,4 milhões ao mês.

Segundo o projeto de lei, serão reduzidos em dois pontos percentuais a cobrança do ICMS sempre que o país estiver no cenário mais caro de cobrança da energia elétrica.

Serão reduzidos de 17% para 15% a cobrança para comerciantes, indústrias, produtores e residenciais cujo consumo seja de 1 a 200 quilowatts/hora (kWh); de 20% para 18% em caso de consumidores cujo consumo mensal seja de 201 a 500 kWh e diminuição de 25% para 23% para consumidores com consumo mensal acima de 501 kWh.

 



Fonte: Campo Grande News



» VEJA TAMBÉM!
GERAL  16/10/2021
Tempestade de areia impressiona
GERAL  16/10/2021
7 pessoas ficam feridas após chalana virar no rio Paraguai
GERAL  16/10/2021
PMA recolhe filhotes de beija-flor que caíram com ninho durante ventania
GERAL  16/10/2021
Naviraí-Confira as Ofertas validas para esse final de semana no Supermercado Santos
GERAL  16/10/2021
União Materiais Elétricos é inaugurada em Naviraí
Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909