Untitled Document
SEXTA-FEIRA, 03 DE DEZEMBRO DE 2021
19 de AGOSTO de 2021

Governo anuncia redução do ICMS na conta de energia elétrica em MS

Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (Foto: Divulgação)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), garantiu que irá reduzir o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) da energia elétrica, enquanto perdurar a cobrança extra da bandeira vermelha, para todos os consumidores do Estado.

Com a decisão, o impacto da alíquota prevista no bandeiramento considerado mais crítico, será zerada e beneficiará mais de 1 milhão de consumidores. Um projeto de lei do Executivo, que tratando sobre o tema será enviado nesta quinta-feira (19), à Assembleia Legislativa. 

“Desde maio o Brasil está na bandeira vermelha por causa da crise hídrica. A energia cara acaba impactando os custos de produção de alguns segmentos econômicos, e também o orçamento doméstico. Por isso, vamos encaminhar esse projeto com urgência para começar a valer em setembro”, explicou o governador.

A medida anunciada é uma resposta do Governo ao reajustes tarifários praticados pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), que cobra do consumidor um custo maior ou menor para a geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, estabelecidos pelas bandeiras verde, amarela ou vermelha.

De acordo com o governador, além de beneficiar a população, a medida cumpre ainda uma série de agendas do executivo na redução de impostos e retomada do crescimento, principalmente diante da pandemia provocada pela covid-19. “Essa é mais uma forma de fortalecer nossa retomada. Somos o único estado do Brasil em condições de fazer essa redução. Isso é resultado de um governo que decide com responsabilidade e prioriza o que é mais importante para a população”, reforçou Azambuja.

Com a redução, o Executivo deixará de arrecadar aproximadamente R$ 18,4 milhões ao mês.

Segundo o projeto de lei, serão reduzidos em dois pontos percentuais a cobrança do ICMS sempre que o país estiver no cenário mais caro de cobrança da energia elétrica.

Serão reduzidos de 17% para 15% a cobrança para comerciantes, indústrias, produtores e residenciais cujo consumo seja de 1 a 200 quilowatts/hora (kWh); de 20% para 18% em caso de consumidores cujo consumo mensal seja de 201 a 500 kWh e diminuição de 25% para 23% para consumidores com consumo mensal acima de 501 kWh.

 



Fonte: Campo Grande News



» VEJA TAMBÉM!
POLíCIA  03/12/2021
Dupla é presa com pistola furtada e 27 munições após ser parada em blitz
POLíCIA  03/12/2021
Operação conjunta apreende quase meia tonelada de maconha na BR-267
POLíCIA  03/12/2021
Três são presos em loja de celular de fachada com droga avaliada em R$ 1 milhão
GERAL  03/12/2021
Naviraí-Confira as ofertas desta sexta-feira do Supermercado Santos
GERAL  03/12/2021
Naviraí-Novo REFIS é chance imperdível para o cidadão quitar débitos com o Município
Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909