Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 21 DE SETEMBRO DE 2021
09 de JULHO de 2021

Operação com morte desarticula grupo do PCC que planejava ataque em 2 cidades

Os três presos em Caarapó, entre eles o líder do PCC na cidade (Foto: Divulgação)

A ação policial que terminou na morte de Ricardo Roberto da Silva, de 19 anos, na noite de quarta-feira (8) em Maracaju, fez parte da operação ocorrida simultaneamente também em Caarapó após a polícia identificar plano do PCC (Primeiro Comando da Capital) para atacar autoridades e instituições.

Investigadores da Polícia Civil em Dourados descobriram que a facção criminosa preparava retaliação para se vingar de ações policiais recentes que tinham terminado com a morte de dois integrantes da quadrilha, abatidos durante operação do dia 29 de junho.

Os policiais douradenses identificaram que o plano do PCC seria promover ataques semelhantes aos ocorridos semana passada em Ivinhema e até contra civis através do chamado “tribunal do crime”.

A investigação revelou que os ataques seriam em Caarapó e Maracaju, cidades da região da Grande Dourados. Em Caarapó, a polícia descobriu que uma moto roubada na terça-feira (06), seria usada no assassinato de um inocente, como forma de retaliação.

As informações foram compartilhadas pelos investigadores douradenses com policiais das duas cidades e com apoio do Choque ocorreram as operações para prender os “soldados” da facção mobilizados para os ataques.

Em Maracaju, além do suspeito abatido por policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar, foi presa Juliana Portilho de Oliveira, de 21 anos.

Na casa localizada na Rua Antônio João, no Jardim Ingá, policiais da cidade, equipe do SIG de Dourados e do Choque de Campo Grande perceberam grande movimentação de venda de droga.

Durante a abordagem, Ricardo Roberto da Silva reagiu atirando e foi ferido pelos policiais. Ele chegou a ser socorrido ao hospital de Maracaju, mas morreu durante o atendimento. Juliana Portilho Oliveira, que estava no local acompanhada da filha de 3 anos de idade, foi presa.

Além do revólver calibre 32 usado por Ricardo, os policiais encontraram na casa um revólver calibre 38, uma pistola adaptada para calibre 22, 10 munições de calibre 38, uma de calibre 22, um papelote de cocaína, 15 pacotes de pasta-base, 360 gramas de maconha, balança de precisão e R$ 1.125 em espécie.

Armas, dinheiro e drogas apreendidos na operação em Maracaju (Foto: Divulgação)

                          Armas, dinheiro e drogas apreendidos na operação em Maracaju (Foto: Divulgação)

Na cidade de Caarapó, a polícia identificou que os ataques partiriam de bandidos refugiados em casa localizada na Travessa Miguel Vasconcelos. Policiais locais e equipes de Dourados começaram a monitorar o local e prenderam cinco suspeitos, entre eles dois adolescentes.

Os adultos foram presos em flagrante por roubo, tráfico de drogas, associação criminosa e corrupção de menores e os adolescentes autuados por infração análoga aos crimes de roubo, tráfico de drogas e associação criminosa. Os nomes não foram divulgados.

Segundo o SIG de Dourados, os presos confirmaram que estavam em Caarapó para execução de uma pessoa e que a moto roubada na noite anterior seria utilizada no homicídio. Pacote com pouco mais de um quilo de maconha e réplica de arma de fogo do tipo pistola foram apreendidos com o grupo.

Entre os presos em Caarapó estava integrante da organização criminosa com mandado de prisão por tráfico expedido pela Justiça de São Paulo. Segundo a polícia, o bandido exercia função de chefia da facção na cidade.



Fonte: Campo Grande News



» VEJA TAMBÉM!
POLíCIA  20/09/2021
Naviraí-Polícia Civil flagra casal com 224 filhotes de papagaio, 03 filhotes de araras vermelha e 02 maritacas
SAúDE  20/09/2021
Pandemia desacelera e governo de MS deixa de publicar boletins diários da covid
GERAL  20/09/2021
Dois são presos furtando combustível em posto na MS-276
GERAL  20/09/2021
Decreto regulamenta reconhecimento de dívidas da União junto à Caixa
GERAL  20/09/2021
Governo propõe PL que limita remoção de conteúdos em redes sociais
Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909