Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 21 DE SETEMBRO DE 2021
28 de JUNHO de 2021

Lázaro é morto após troca de tiros com policiais (Vídeo)

Condenado por assassinatos e estupros, o fugitivo da Justiça era procurado por uma série de crimes na Bahia e em Goiás.

Após 20 dias de uma megaoperação, com mais de 270 policiais, Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi morto após ser baleado nesta segunda-feira (28), em Goiás.

Condenado por assassinatos e estupros, o fugitivo da Justiça era procurado por uma série de crimes na Bahia e em Goiás. Ele também é acusado da morte de quatro pessoas de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, e de um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Goiás.

As buscas começaram no dia 9 de junho, após o crime no DF. Na fuga, Lázaro roubou um carro e foi para a cidade de Cocalzinho de Goiás, a 80 km de distância. Desde então, foi perseguido pela força-tarefa policial pelas matas da região.

Policiais comemoraram a prisão. Imagens mostram o fugitivo ferido. 

Drones, helicópteros, rádios comunicadores e até um caminhão com uma plataforma de observação elevada de videomonitoramento ajudaram nas operações. Cães farejadores também atuaram na caçada a Lázaro. 

Durante a perseguição, Lázaro invadiu ao menos 11 fazendas, trocou tiros e baleou moradores, dois policiais militares e um oficial da Força Aérea Brasileira (FAB), segundo informações da força-tarefa.

Ele também fez uma família refém em uma das fazendas - o casal e uma adolescente de 16 anos. Durante o sequestro, o criminoso exigiu que todos andassem em um córrego para não deixar rastros. 

Durante as buscas, os policiais encontraram ainda um carro queimado e alguns objetos, como um lençol usado e um serrote. Todos os itens seguiram para a perícia.

Trajetória de crimes 

2007: Lázaro Barbosa foi preso em Barra dos Mendes, na Bahia, acusado de duplo homicídio. Secretaria de Segurança Pública diz que ele fugiu cerca de 10 dias após a prisão e é considerado foragido desde então.

2009:  Foi preso no Complexo Penitenciário da Papuda (CPP), em Brasília,     por suspeita de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.

 2013: Laudo psicológico feito na Papuda descreve Lázaro como “psicopata  imprevisível”, com comportamento agressivo, impulsivo,     instabilidade emocional e falta de controle e equilíbrio.

Março de 2014: Prisão de Lázaro foi convertida para regime semiaberto.

2016: Foge da penitenciária da Papuda, em Brasília.

2018: Foi preso em Águas Lindas de Goiás, em cumprimento de três mandados de prisão por homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo, roubo e estupro;

23  de julho de 2018: Lázaro escapa de Águas Lindas de Goiás.

8  de abril de 2020:  Invadiu chácara em Santo Antônio do Descoberto, em  Goiás, e golpeou idoso com um machado, sendo indiciado pelos crimes de roubo mediante restrição da liberdade das vítimas e     emprego de arma branca e por tentativa de latrocínio.

26 de abril de 2021: Lázaro invadiu uma casa no Sol Nascente (DF), quando trancou pai e filho no quarto e levou a mulher para um matagal e a estuprou.

17     de maio de 2021: Ele  fez uma família refém na mesma região, ameaçando os moradores     com faca e arma de fogo. Nesse crime, ele mandou as pessoas     ficarem nuas e, das 19h até meia-noite, prendeu os homens no     quarto e as mulheres tiveram que cozinhar e servir um jantar para     ele.

9  de junho de 2021: Lázaro  invadiu uma chácara no Incra 9, em Ceilândia (DF), onde matou a tiros e a facadas um casal e dois filhos. Roubou uma chácara  em Ceilândia após o assassinato da família. Ele teria rendido o  caseiro, o dono da propriedade e a filha dele. A partir daí, fugiu e começa a caçada.

 



Fonte: G1



» VEJA TAMBÉM!
POLíCIA  20/09/2021
Naviraí-Polícia Civil flagra casal com 224 filhotes de papagaio, 03 filhotes de araras vermelha e 02 maritacas
SAúDE  20/09/2021
Pandemia desacelera e governo de MS deixa de publicar boletins diários da covid
GERAL  20/09/2021
Dois são presos furtando combustível em posto na MS-276
GERAL  20/09/2021
Decreto regulamenta reconhecimento de dívidas da União junto à Caixa
GERAL  20/09/2021
Governo propõe PL que limita remoção de conteúdos em redes sociais
Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909