Realiação: Robson Kanoff
Editor: Umberto Cardoso
zum@tanamidianavirai.com.br
+55 67 9956-1909
POLíCIA
14/09/2012 00h05min
Há 1 mês em área de conflito, guarani-kaiowá ameaçam ampliar ocupação
[ Divulgação ] Estrada de chão leva índios até a sede da fazenda Eliane

Os 400 índios guarani-kaiowás que estão há mais de um mês instalados nas fazendas “Eliane” e “Campina”, na região de Paranhos, na fronteira com o Paraguai, continuam tensos com a situação mesmo após a ocupação total das propriedades. Em pé-de-guerra com proprietários rurais da região, incluindo o relato de dois ataques e desaparecimento de um índio, eles dizem que vão ficar ali e ameaçam ampliar as ocupações.

“Só vamos ficar tranquilos depois que a gente tiver com as nossas terras. Agora não tem nem como”, disse uma das índias enquanto saía da sede da fazenda Eliane. Arredios e desconfiados, eles evitam as fotos.

Desde o dia da ocupação, há mais de um mês, o índio Eduardo Pires, 55 anos, está desaparecido. "Ninguém sabe o que aconteceu", disse outra índia. A Polícia Federal investiga o caso.

A terra demarcada pela Funai (Fundação Nacional do Índio) seria de 7,5 mil hectares, mas atualmente os indígenas só possuem cerca de 700 hectares, de acordo com eles.

TAGS: Conflito, Ameaçam, Ampliar

Fonte: Campo Grande NEWS

Umberto Zum
PUBLICOU: Umberto Zum
E-Mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Siga: @tanamidianavi

Comente a Notícia
mais noticias